Fotos – Divulgação / Implurb

Três imóveis situados na rua Henrique Martins, Centro de Manaus, que apresentam risco de desabamento em virtude da erosão ocirrida uma galeria antiga de águas pluviais, receberam notificação do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), nesta sexta-feira (15). Laudos apontam risco iminente de desabamento das edificações.

De acordo com o Implurb, os proprietários tomaram ciência dos laudos emitidos pela Defesa Civil do Município, Corpo de Bombeiros e Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf).

Na vistoria realizada emergencialmente no dia 7, quando parte da via em frente aos imóveis desabou, abrindo uma cratera, foi verificado um rompimento na galeria que foi construída na época dos ingleses, que está com sobrecarga pela construção dos prédios e suas fundações, além de diversas ligações de águas pluviais e servidas através de dezenas de tubulações.

O imóvel número 167 tem dois pavimentos, estrutura em concreto armado e apresenta patologias de fissuras, trincas e rachaduras na fachada. O prédio no n°155 tem 4 andares, também apresentando patologias na estrutura, trincas e rachaduras no revestimento cerâmico na fachada do prédio, além de fundações não adequadas para a quantidade de pavimentos. E o imóvel no número 149 tem 5 pavimentos, com os mesmos problemas: fissuras, trincas e rachaduras na fachada do prédio.

Na semana passada, a Seminf fez a ação para correção emergencial e contenção da rede de drenagem na rua Henrique Martins. A demolição dos imóveis é necessária para providenciar a solução definitiva do risco de desabamento e da erosão na galeria, que pode comprometer imóveis vizinhos.

Um relatório da Subsecretaria de Obras Públicas (SSOP) da Seminf concluiu, em síntese, que “em razão do carreamento do solo, as fundações dos imóveis foram comprometidas, mostrando-se grave a situação e com grande risco de desabamento”. A recomendação é para demolição das edificações e recuperação da galeria, eliminando o risco de desabamento e comprometimento de outros prédios vizinhos.

Problema ocorreu na Rua Henrique Martins — Foto: Eliana Nascimento/G1 AM
Problema ocorreu na Rua Henrique Martins — Foto: Eliana Nascimento/G1 AM

Os imóveis estão evacuados, sem atividade comercial ou ocupação, e a área está isolada. A Defesa Civil, devido à vulnerabilidade na área, solicitou que os estabelecimentos comerciais permaneçam fechados por medida de segurança.

Na próxima segunda-feira, 18, uma reunião entre as secretarias será realizada para definir futuras ações para resguardar a segurança pública patrimonial em razão dos riscos estruturais encontrados no local. Uma nova vistoria será realizada na área pela Defesa Civil, Seminf e Implurb.

Na segunda-feira (18), segundo divulgado pela prefeitura, uma reunião entre as secretarias será realizada para definir ações para resguardar a segurança pública patrimonial em razão dos riscos estruturais encontrados no local.