Charles (à esquerda) foi apresentado ao lado de Joelson, que também se entregou à polícia. Foto: Divulgação

O segundo suspeito envolvido na morte de um sargento reformado da Polícia Militar, que foi liberado em uma Audiência de Custódia realizada na semana passada em Manaus, se apresentou na manhã desta segunda-feira (24) à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Charles Sanches Moraes, 27, se encaminhou espontaneamente à delegacia, acompanhado do próprio advogado. De acordo com o titular da especializada, delegado Paulo Martins, a polícia agora tenta encontrar o terceiro suspeito, Marcley Moraes de Souza, 20. O trio teve a prisão preventiva decretada pela Justiça no último sábado (22).

“Estamos em diligências no sentido de localizar o terceiro envolvido, o Marcley que continua foragido. Dois já se apresentaram: o Joelson e o Charles. Todos os envolvidos serão posteriormente encaminhados a cadeia pública, onde ficarão a disposição da Justiça para futuramente serem julgados por esse bárbaro crime que eles cometeram”, disse.

O delegado titular destaca que a sociedade pode colaborar para a localização do terceiro suspeito. “É importante a participação da comunidade para nos ajudar a localizar esse indivíduo, pois sabemos que ele é de alta periculosidade. A população pode nos passar informações para que possamos tirá-lo de circulação”, finalizou. Para denúncias, a especializada disponibiliza o contato: (92) 3636-2874.

O quarto suspeito de envolvimento no crime, identificado como Josué Ferreira Soares, 19, teve a prisão em flagrante convertida em preventiva. Segundo a polícia, ele foi quem efetuou o primeiro dos mais dez disparos que atingiram o sargento, Luís Carlos da Silva Castro, 56.

Com informações do Portal A Crítica

Leia também: