O ator e humorista Tom Veiga, intérprete do Louro José, morreu em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico, provocado por um aneurisma. É o que aponta o laudo do Instituto Médico-Legal ao qual a Globo teve acesso na manhã desta segunda-feira (2).

O AVC hemorrágico acontece quando um vaso sanguíneo – veia ou artéria – se rompe dentro do cérebro, extravasando sangue.

O exame de necropsia revelou que ele já estava acometido por um aneurisma cerebral, que é um tipo de inchaço de vaso sanguíneo cujo rompimento costuma ser fatal. Geralmente, um aneurisma não provoca nenhum tipo de sintoma, o que dificulta diagnóstico precoce e tratamento eficaz.

Tom Veiga foi encontrado morto neste domingo (1) dentro do seu apartamento, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Ele tinha 47 anos e deixou quatro filhos.

A causa da morte de Veiga foi divulgada durante o programa Mais Você. A apresentadora Ana Maria Braga fez questão de apresentar o programa ao vivo nesta segunda-feira para homenagear o companheiro de bancada.

“Por mais que minha produção e a direção da casa estivesse preocupada comigo hoje, aqui, eu não poderia deixar de estar aqui, moída por dentro, e deixar todos os que amam o Louro sem essa última homenagem”, disse Ana Maria na abertura do programa.

Ana enfatizou o quanto a morte de Veiga a deixou abalada, tamanha a perda que representa para ela.

“Eu fiquei pensando como eu ia conseguir chegar aqui e falar bom dia para vocês, porque dói muito. Assim como uma mãe perde um filho, um companheiro, porque filho da gente é um companheiro que você viu nascer e ele era isso”, disse.