Mais uma vez o usuário do transporte público foi surpreendido por uma paralisação sem aviso dos motoristas e cobradores de ônibus. No início da tarde desta segunda-feira (24), rodoviários de Manaus paralisaram as atividades n por conta de um atraso salarial.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Manaus (STTRM), a paralisação deve atingir 100% da frota da capital. O sindicato informou que os próprios trabalhadores resolveram protestar contra o atraso do adiantamento salarial da categoria.

O benefício era para ser pago no último dia 20, mas até agora os profissionais não receberam.

O Sindicato também relatou que os trabalhadores estão aderindo a paralisação na final da linha. Ou seja, o ônibus faz todo o seu percurso rotineiro, mas quando chega no terminal não sairá para a próxima viagem.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) informou que não foi foi notificado sobre a paralisação ocorrida nesta segunda-feira (24).