Foto: Reprodução/Twitter

Foi à la Super-Homem. Difícil definir melhor do que isso, mas prometemos tentar. Era mais um dia comum de competições universitárias da Conferência Sudoeste nos Estados Unidos quando a prova de atletismo, os 400 metros com barreiras, começou.

Dos seis competidores, Infinite Tucker e seu companheiro de equipe Robert Grant já tinham pulado seu último obstáculo quando definiriam no último tiro quem venceria a prova. A linha de chegada se aproximava e a disputa continuava aparentemente empatada. Foi então que Tucker teve uma ideia.

“Eu fechei os olhos e pulei”, contou em entrevista após a chegada. O atleta de 20 anos se jogou mesmo, mergulhou com tudo que se tem direito, braços, barriga e pernas. Por muito pouco, parece não bater o rosto na pista. Mas valeu a pena: conseguiu a vitória com a marca de 49s38.

Para se ter ideia, o tempo de Infinite Tucker o colocaria entre os melhores nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e também o qualificaria na 5ª colocação das eliminatórias do Campeonato Mundial de 2017, superando o tempo do brasileiro Márcio Teles (49s41).